Latim e Direito Constitucional

Uma propriedade da razão humana é abstrativa ou a prática da abstração I

Abstração, de modo geral, é considerar uma coisa sob um aspecto, prescindido de outros aspectos da mesma coisa. Isto acontece, por exemplo, com os nossos sentidos num carro em movimento; os olhos só percebem  a cor, os ouvidos só percebem o ruído... prescindindo de outras características desse carro (o odor, a temperatura...); numa flor os olhos só percebem a cor, o olfato só percebe o perfume, o tato só percebe a flacidez.

Assim também procede a nossa inteligência. Com efeito, mediante os sentidos externos (visão, audição, olfato, tato...), percebemos diversos indivíduos humanos: Pedro, Maria, Joãozinho, Francisquinha... uns são masculinos, outros são femininos, uns são velhos, outros são jovens; uns são grandes e gordos, outros são pequenos e magros...

História da filosofia

As Ideias platônicas estão separadas das coisas, habitam um outro mundo diferente delas. Como explicar, então, a relação entre as coisas e as suas Ideias?  Platão responde que elas são semelhanças ou participações.

Direitos reservados: os textos podem ser reproduzidos, desde que citados o autor e a obra. ( Código Penal, art. 184 ; Lei 9610/98, art. 5º, VII e Norma Técnica NBR 6023, da ABNT ).