Latim e Direito Constitucional

Uma propriedade da razão humana é abstrativa ou a prática da abstração II

A nossa inteligência ou razão abstrai da masculinidade e da feminilidade, da gordura e da magreza, da velhice e da juventude, que tornam esses indivíduos bem  diferentes dos outros e define que tais indivíduos têm a mesma essência.

São seres humanos;  o essencial neles não é ser homem ou mulher, gordo ou magro,...mas é ser viventes racionais. Assim nossa inteligência procede por abstração. Ela concebe as ideias de virtude de bem, de triângulo...ideias que excluem as características pelas quais a virtude é tal virtude (humildade, caridade), o bem é tal bem (um copo d’água para quem tem sede), o triângulo é tal triângulo (equilátero ou isósceles...).

História da filosofia

As palavras semelhanças ou participações no sistema do próprio Platão só possuem sentido metafórico e sem valor propriamente inteligível. Depois disso seria preciso dizer porque e como existe outra coisa, afora das Ideias, isto é, que não seja a realidade pura.

Direitos reservados: os textos podem ser reproduzidos, desde que citados o autor e a obra. ( Código Penal, art. 184 ; Lei 9610/98, art. 5º, VII e Norma Técnica NBR 6023, da ABNT ).